Home Artigos Guias e coleiras: escolha o modelo certo para seu cão

É muito comum a dúvida entre qual modelo é mais adequado para seu cão e as diferenças entre guias e as coleiras, que se subdividem em enforcadores, peitorais e headcollars. Você também tem essas dúvidas? O PetShopRJ esclarece pra você:

As coleiras são aquelas que vão no pescoço ou no peito do animal; já a guia, é a parte do equipamento que fica “plugada” na coleira e vai até a mão do dono.

Coleiras - Ao adquirir uma coleira, não devemos verificar apenas a aparência, é indispensável conferir a qualidade do material e da fivela, que precisam ser bem resistentes para que não arrebentem.  Outro ponto que merece muita atenção é o tamanho: não pode ficar muito apertada, nem muito larga. Existem as conhecidas como simples, enforcadores, peitorais e headcollars.

As coleiras simples são parecidas com um colar e podem ser feitas de nylon, couro ou outros materiais. Ela é interessante para o cão que passeia solto, pois elas não incomodam e se adaptam facilmente. É ideal para cães de pequeno e médio porte e que não são muito agitados. A desvantagem é que algumas marcas possuem a presilha que prende a guia, muito frágil, podendo quebrar facilmente e ocasionar a fuga do animal ou algum acidente.

Coleiras do tipo enforcador são aquelas que deslizam no animal quando ele puxa e aperta o pescoço. O objetivo desse tipo de coleira é causar desconforto para o animal em movimentos bruscos durante o passeio, mas exige muito cuidado para não machucá-lo. É vantajoso para donos que muitas vezes são arrastados durante o passeio e para animais muitos agitados, que podem ficar mais calmos utilizando-a.

As coleiras do tipo peitoral passam pelo peito do animal e prendem no tórax. Existem acolchoadas, com velcro, de couro e de nylon. A grande vantagem é que como ela não prende o pescoço, pode-se evitar futuros problemas na coluna e é bastante confortável para o animal. Cães que puxam seus donos em bicicletas, skates, patins e ou utilizam cães-guia, usam essa coleira. A desvantagem é que alguns modelos também possuem fivelas frágeis que soltam com facilidade.

Coleiras do tipo headcollar, também conhecidas como gentle leader, passam pelo focinho e pescoço do animal e mantém a boca livre para respirar. São normalmente feitas de nylon e não devem ser utilizadas como focinheiras. São fáceis de guiar e controlar, já que você direciona a cabeça do animal. A coleira é confortável e ajuda na disciplina. A desvantagem é que alguns cães podem demorar a se adaptar e não são indicadas para cães de focinhos curtos como o Bulldog e o Pug.

Guias:

Assim como as coleiras, existem diversos tipos de guias no mercado pet. O ideal é tenha uma boa costura, alça grande e reforçada e principalmente um mosquetão – parte do acessório que fica na extremidade da guia e que permite prendê-la na coleira – de qualidade, para que não falte conforte e segurança.

As guias devem ser silenciosas e leves, já que seu cachorro deve obedecer os comandos do dono, e não do guia.

Os materiais mais usados para guias são o nylon, o couro e o algodão. Ainda que as guias de nylon sejam oferecidas em diversas cores atrativas, as mais apropriadas são as de algodão e couro.

A guia de couro não pode ser guardada molhada, mas pode durar para a vida toda se for bem cuidada. As mais duradouras não possuem costuras que se rompem com o tempo e os arremates são feitos com tranças que são muito seguras.

As guias para treinamento devem ser maiores que as de passeio, assim o treinador tem mais espaço para executar os exercícios.

Para quem possui dois cachorros, existe um acessório que conecta a um guia comum e segura os dois ao mesmo tempo, evitando o desconforto se um cachorro decidir ir para a direita e o outro para a esquerda e desequilibrarem o dono.

Após escolher o modelo certo para seu cão, é essencial que coloque uma plaquinha de identificação com os telefones do dono para garantir a segurança do pet, caso se perca durante o passeio.

1 resposta para este post

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 32238

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...