Home Você Sabia? Quantas vezes, por dia, passear com o seu cão

Depois de muito pensar e medir os prós e contras, enfim, você tomou a decisão de levar um cachorro para casa, seja novo ou um animal já com mais idade. É hora, então, de se preparar para enfrentar uma série de rotinas, incluindo vacinação, alimentação e escolha de local confortável para o animal, por exemplo. Uma das mais importantes é levar o cão para aquele costumeiro passeio, que alia uma boa dose de exercícios com diversão.

E mais ainda uma tarefa fundamental para a saúde e para que o animal faça as suas necessidades básicas. E aí, você tem noção de quantas vezes você precisa cumprir a rotina de levar o seu animal para passear pelas ruas, praças ou quarteirões próximos a sua casa?

Antes da responder, preste bem atenção numa questão: independente de você morar numa casa grande ou num pequeno apartamento, esta rotina deve ser cumprida à risca, uma vez que, além da saúde, ela pode afetar o comportamento e o lado emocional do cão, a falta do passeio pode torná-lo agressivo e mais arredio.

De acordo com a raça

Então, a resposta sobre quantas vezes é preciso levar o animal para passear é a seguinte, de acordo com alguns veterinários: a quantidade e o tempo necessário para o passeio vão depender bastante da raça do animal, mas é preciso considerar também, claro, o comportamento do cachorro.

Quanto mais agitado ou hiperativo for o animal, mas ele precisará de um bom passeio. No entanto, recomenda-se que o cão passeie, no mínimo, duas vezes por dia, numa jornada pelas ruas de meia hora cada vez.

Além dos aspectos relacionados à saúde, o passeio, que não é um mero luxo, é uma atividade que ajuda a atender a necessidade que o animal tem de se socializar e também, claro, gastar energia. Ou seja, mesmo que se tenha uma casa com um bom quintal, a melhor receita é levar o animal para passear, pois quando ele fica muito preso maiores são os riscos de contrair obesidade, depressão e dificultar sua socialização.

Encarando os dias frios e outros cuidados

Uma vez estabelecida a rotina dos passeios diários, o que fazer naqueles dias frios? Então, nada de esperar a volta do sol e do calor para cumprir esta tarefa diária, pois as temperaturas baixas não fazem com que o animal deixe de cumprir suas necessidades. E lembre-se também que a percepção de frio do cão é completamente diferente da nossa.

Se você também já incorporou esta prática no seu dia a dia, o que também é bom para sua saúde, fique atento a alguns cuidados básicos antes e após o passeio com o seu pet. Antes, dê aquela olhada nos estado da coleira e da guia, pois estes artigos são indispensáveis para um passeio confortável. Durante o passeio, verifique bem as condições do local onde seu cão vai caminhar.

Recomenda-se também levar um recipiente com água para aliviar a sede do animal. E, por fim, quando voltar para casa, tenha aquela atenção para vasculhar o animal em busca de algum parasita – carrapatos e pulgas – para ver se eles não pegaram carona no pelo do seu pet.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 31438

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...