Home Artigos Os cães não mordem sem motivo

Artigo/World Animal Protection – Os cães são uma parte importante da nossa vida: são grandes amigos nossos, a sua companhia nos traz vários benefícios e podem ser considerados parte de nossa família. Então, por que eles nos mordem?

É comum ensinarmos às crianças que não devem se aproximar ou tocar cachorros, pois eles podem atacar. Muitas pessoas pensam que os cães mordem porque querem. Outros acreditam que apenas os cachorros grandes ou de raças consideradas agressivas é que são perigosos. Essas crenças populares não passam de mitos.

Abaixo, tiramos algumas dúvidas e esclareceremos os motivos pelos quais cães mordem.

Interpretando os sinais - Assim como os seres humanos, os cães também usam uma linguagem própria para se comunicar. O problema é que nem sempre sabemos interpretar (ou interpretamos mal) os sinais que os cachorros estão nos dando. E às vezes, nos colocamos em perigo por simplesmente não entender o seu comportamento.

Se for provocado, qualquer cão – pequeno ou grande, macho ou fêmea – pode morder. Estudos realizados nos Estados Unidos mostram que todas as raças atacam, até mesmo os pequenos chihuahuas. Isso não significa que eles são maus: essa é apenas a sua forma de dizer que estão com medo ou descontentes com alguma situação. Eles fazem o mesmo com outros cães quando se sentem assustados ou ameaçados.

Por que cães mordem? - As principais razões que levam um cachorro a atacar são:

• Proteger a sua comida: como você se sentiria se um estranho tentasse “roubar” o seu almoço?

• Defender o seu território: você se assustaria se um desconhecido tentasse entrar em sua casa?

• Quando estão com dor: você ficaria bravo se alguém tocasse em sua ferida ou em uma parte do seu corpo que está doendo muito?

• Defender seus filhotes: é o instinto materno, como você reagiria se o seu filho estivesse em uma situação de perigo?

• Se não foi socializado (teve pouco contato com pessoas e outros animais): como você agiria, se nunca tivesse visto ou tido contato com outros seres humanos?

• Fobias adquiridas ainda filhote: como você reagiria a uma injeção, se tivesse desenvolvido um trauma grande de agulhas quando era criança?

Como evitar mordidas - É fácil notar, portanto, que muitas das situações que fazem com que um cão reaja de forma agressiva podem ser evitadas. Para isso, recomendamos que:

• Não incomode ou assuste um cão, especialmente quando ele estiver comendo, quando estiver com seus filhotes ou com seus brinquedos. Preste atenção também quando ele estiver atrás de grades, defendendo sua casa, dentro de carros, dormindo ou doente.

• Mantenha-se longe de um cão que pareça estar com medo ou bravo. Um cachorro bravo pode mostrar os dentes. Já um cão assustado, com medo, geralmente coloca seu rabo entre as pernas e tenta fugir ou se esconder.

• Fique quieto quando for abordado por um cão desconhecido, sem coleira ou demonstrando agressividade. Se estiver em pé, fique imóvel, como uma árvore. Se estiver deitado ou se cair no chão, enrole-se em posição fetal, protegendo o rosto e o abdômen, e fique absolutamente imóvel. Tente não olhar nos olhos dele e não grite: o cão vai perder o interesse em você.

• Peça sempre permissão do proprietário para tocar um cão. Crianças que estão na companhia de cães desconhecidos sempre devem ser supervisionadas. Ensine-as a aproximar-se em silêncio e com cuidado, deixando o cão cheirar as suas mãos primeiro para, em seguida, acariciá-los gentilmente.

Se um cão chegar a morder, deve-se lavar a ferida imediatamente e procurar o centro de saúde mais próximo.

A importância da socialização - A socialização é o ato de apresentar uma variedade de estímulos para o seu cão quando ele ainda é filhote, especialmente nos 3 primeiros anos de vida. Esses estímulos devem incluir sons, cheiros, pessoas e animais de diferentes idades, sexo e temperamentos.

Isso é muito importante. Assim, quando ele crescer, irá se sentir mais confiante e seguro para encarar situações diferentes. Os estímulos também ajudam para que não desenvolva fobias ou ataques. Socializá-lo faz com que se torne um cão mais seguro e amigável.

Você tem o poder em suas mãos para evitar os acidentes. Aprenda a identificar o que o seu cão esta querendo lhe dizer e seja um tutor responsável. Cuide muito bem de seu animal de estimação: ele vai retribuir com companheirismo e amor.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33252

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...