Home Você Sabia? Comportamento do dono afeta agressividade dos cachorros

Comportamento do dono afeta agressividade dos cachorros

Raças como Pitbull, Rotweiller e Doberman carregam a marca de serem violentas. No geral, atribui-se esta marca à origem de suas raças. Só que este traço pode ser influenciado pelo comportamento dos tutores e não pelas características e genética dos animais, embora cada raça manifeste um comportamento diferente da outra.

A questão também está no campo dos estudos da ciência. Um novo estudo aponta que um fator determinante para indicar o nível de agressividade do animal é o comportamento dos donos. Um exemplo é a força da opinião pública ou mesmo de uma determinada legislação classificando uma raça como perigosa, o que acaba criando uma discriminação contra aquela raça. No caso brasileiro, um bom exemplo foi o do Pitbull.

O estudo indica que o tipo de treinamento que o tutor adota para seu animal, tem uma grande influência na forma como o seu cão vai interagir com os humanos – estranhos e conhecidos – do que a raça. Os métodos de treinamento que utilizam reforço negativo aumentam as chances de agressão, segundo o estudo.

Comportamento e idade do tutor

De acordo com o estudo, cães de tutores com mais de 40 anos de idade se mostraram duas vezes menos propensos a terem problemas de agressão do que aqueles de tutores de menos de 25 anos.

Os pesquisadores concluíram que treinar cães desde cedo – usando métodos de reforço positivo – pode diminuir a probabilidade do animal se tornar agressivo, apesar do que rumores sobre algumas raças sugerem.

Embora possa fazer sentido generalizar algumas tendências de comportamento canino, é errado supor que um cão vai ser agressivo, simplesmente pelo que diz seu pedigree.

Imitando o comportamento humano

Uma outra pesquisa procurou analisar a capacidade de os animais imitarem ações dos seres humanos. De acordo com o estudo, o comportamento de um cão está relacionado à educação e à aprendizagem passadas pelos donos. Isto também acontece com os cachorros de rua, exatamente pelo fato de eles terem uma capacidade de aprendizado similar à de uma criança de quatro anos.

Este aprendizado acontece ao longo do tempo de convivência, por meio da observação dos comportamentos dos seres humanos. O tempo de aprendizagem, dizem os especialistas, é bastante variável.

Influência da humanização dos animais

Um fator que pode acelerar este processo é a tradicional mania de humanizar os animais. Ou seja, o tempo de aprendizado vai variar de acordo com o tipo de criação feita pelo tutor, mas alguns animais podem levar mais de seis meses para aprenderem o básico.

Por tudo isso, não fique tão impressionado assim quando você ver um cão sem raça definida (SRD) atravessando a rua, exatamente, na faixa de pedestres. Ou mesmo, sentado no sofá da sala, pois estas são ações típicas que todos nós realizamos em nosso dia a dia.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 34008

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...