Home Artigos Notícias Negócios do mercado pet em alta

A indústria mundial de pet movimentou no ano passado R$ 102 bilhões, um resultado US$ 7 bilhões maior do que em 2012. O Brasil manteve a segunda posição no cenário internacional, com 8% dos negócios deste mercado, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet).

O país divide o lugar com o Japão, com o mesmo percentual, perdendo apenas para os Estados Unidos, com 30%. Reino Unido (7%), França (6%) e Alemanha (6%) completam a lista de maiores mercados.

O faturamento da indústria nacional, no ano passado, cresceu 7,3% e chegou a R$ 15,2 bilhões, contra os R$ 14,2 bilhões verificados em 2012. Com isso, o segmento passou a representar 0,31% do Produto Interno Bruto (PIB).

Com 65,7% do setor, o segmento de alimentação (pet food) responde pela maior parte dos negócios. Em segundo lugar, está o segmento de serviços (pet service), com 19% dos negócios. De 2012 para 2013, esta área cresceu 26%.

Pet care (equipamentos, acessórios e produtos para higiene) ficou com 8,1% da receita e pet vet (medicamentos veterinários), com 7,2%. Os dados mostram que as indústrias de pet food estão concentradas principalmente no Sudeste (45%) e no Sul (41,9%).

O Paraná lidera a produção, com 31%, seguido de São Paulo (26%) e Minas Gerais (14%). O volume exportado em 2013 cresceu mais de 25% em relação a 2012, superando os US$ FOB 231 milhões. As exportações aumentaram mais de 25% em relação a 2012, e superaram os US$ FOB 231 milhões.

Os principais exportadores brasileiros de pet food são os estados de São Paulo (US$ FOB 66 milhões), Paraná (US$ FOB 48 mi milhões) e Minas Gerais (US$ 39 milhões). O Brasil, em 2013, produziu 2,357 milhões de toneladas de alimento para pets.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33279

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...