Home SuperDicas Cinco perguntas básicas antes de adotar um pet

Feiras de adoção, abrigos de entidades de proteção aos animais, casas de amigos ou conhecidos e mesmo nas ruas. Se você está a fim de adotar um cão ou gato para lhe fazer companhia, os caminhos mais tradicionais são os indicados acima. Nestes ambientes, vivem milhares de animais em todos os cantos do país.

Só que não basta apenas saber onde adotar um pet amigo. Antes desta etapa, é preciso ter muito cuidado e pensar em muitos aspectos para o seu próprio bem e também para o bem-estar futuro do animal adotado, o que ajuda a evitar maus-tratos ou abandonos.

Uma boa dica é fazer um roteiro de questões que precisam de uma resposta com muito mais razão do que emoção. Veja abaixo um bom questionário que vai ajudar muito você a tomar uma decisão com segurança.

# Como a ideia de adotar um pet é vista pelos outros integrantes da casa? Lembre-se que este é atualmente considerado um dos principais problemas que levam ao abandono dos animais.

# Que tempo você dispõe para cuidar do animal? Saiba que é preciso ter tempo para dispensar ao animal, o que inclui alimentação, banho, tosa (de acordo com o tipo de pelo), ida ao veterinário, passeio diário e diversão.

# Quanto custa cuidar de um pet? O custo é bem variável, mas você deve levar em consideração que durante muito tempo terá despesas com vacinas, consultas veterinárias, alimentação etc.

# Você está preparado para viver muitos anos com o animal? Em média, dependendo da raça e do porte, um cachorro pode viver de 10 a 15 anos.

# Adotar um animal novo ou velho? Duas dicas relevantes. Os mais velhos têm a vantagem de estarem mais maduros e estáveis. Eles valem pela companhia e pelo amor. Se você tem crianças abaixo dos sete anos em casa, evite animais com menos de cinco meses.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 35026

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...