Home SuperDicas Os riscos do chocolate

Quem resiste a uma boa barra de chocolate. Ou mesmo a um pequeno pedaço só para saborear o gosto desde produto amado por muita gente. Nem mesmo os cachorros resistem. Com a proximidade da Páscoa, é preciso pensar duas vezes antes de colocar o primeiro “petisco” de chocolate no prato do seu pet.

Isto porque o consumo do chocolate pode provocar intoxicação com sintomas que variam de agitação, diarreia, vômito, hemorragia intestinal e, em casos mais graves, estado de coma ou até mesmo a morte, segundo explicam os veterinários.

Para muitos, o chocolate, entre os alimentos tóxicos, é um dos maiores vilões para a saúde do pet, pois o fígado deles não metaboliza bem a teobromina, uma substância existente no produto. Os chocolates mais amargos e escuros são os mais tóxicos para os animais por serem mais carregados desta substância.

Por atuar de forma muito intensa no organismo, a teobromina pode provocar o aumento de contrações musculares, excitação nervosa, micção em excesso,  elevação da temperatura corporal, respiração acelerada, taquicardia, vômitos e diarreias.

No lugar de oferecer o chocolate tradicional, o mercado pet já dispõe de alternativas para agradar o animal sem afetar a sua saúde. Os chocolates para cães não contêm açúcar e cacau, eliminando, assim, a teobromina.

Seja lá se na forma tradicional de ovos, bombons, bolos ou ossos, nesta Páscoa, se quiser agradar o seu pet, leve para casa os produtos específicos para os animais.

 

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 34928

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...