Home SuperDicas Castração de pets como medida preventiva

Castração de pets como medida preventiva

Os moradores da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, têm à disposição o serviço da castração oferecido pela prefeitura local. Este ano o Centro de Castração, da Fundação Municipal de Saúde (FMS), quer atingir a meta de mil operações. Até agora, o órgão da prefeitura já realizou cerca de 730 cirurgias.

Os tutores que quiserem partir para esta medida preventiva, uma vez que a castração pode evitar o desenvolvimento de uma série de doenças, precisam ficar bem atentos. O Centro de Castração só abre as inscrições a cada dois meses. Para evitar filas de esperas e muita demora, o órgão atende apenas um animal por tutor.

Segundo o órgão, esta sistemática garante a rapidez para atender à procura pelo serviço. As inscrições são feitas atendendo um determinado número de acordo a capacidade de realizar as cirurgias e o processo dura geralmente 15 dias. Num período de dois meses, os animais que foram agendados são castrados.

Atendimento

O tutor interessado em fazer a castração do seu animal precisa, inicialmente, entrar em contato com o centro para se informar e ter orientações sobre o serviço. O segundo passo é comparecer ao local com os documentos necessários (identidade e comprovante de residência 0 para fazer a inscrição.

Este processo, de acordo com o Centro de Castração, evita o elevado número de faltas, que, antes, chegava a 50%. Uma semana antes da cirurgia, os veterinários passam todas as orientações sobre o pré-operatório do animal. O mesmo procedimento será feito no pós-operatório.

Outubro cor de Rosa

O centro aproveitou, este mês, o Outubro Rosa, campanha de combate ao câncer de mama, para promover uma ação com os tutores dos animais. A iniciativa, que aconteceu sexta-feira, dia 23 de outubro, foi feita em parceria com o Departamento de Supervisão Técnico-Metodológica (Desum).

Os tutores dos animais receberam orientações sobre prevenção do câncer de mama, para o qual a castração é um método de prevenção fundamental. Além disso, os profissionais alertaram sobre a importância do diagnóstico precoce e tratamento da doença. Os animais cadastrados receberam os já tradicionais laços cor de rosa que simbolizam a campanha.

A castração é um bom caminho para a manutenção da saúde dos animais. Cadelas e gatas não estão livres do câncer de mama. Os animais submetidos a injeções anti-cio e os com idades mais avançadas estão mais propensos a contraírem a doença.

A recomendação é fazer a castração do animal antes do primeiro cio. Com isso, explicam os especialistas, chega a quase zero as chances de eles desenvolverem a doença. Existem várias formas de tratamentos, mas o mais comum é a mastectomia (retirada dos seios). Se o diagnóstico for feito precocemente, as chances de recuperação do pet aumentam.

Confira o endereço do Centro de Castração: Rua Silvestre Rocha, nº 2, esquina com a Rua Lemos Cunha, em Icaraí. O telefone: (21) 2711-0113.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 34047

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...