Home SuperDicas Sete dicas na hora de escovar os dentes do seu pet

Se o seu cachorro tem mau hálito, fique atento: ele pode estar sofrendo de doença periodontal, mal que atinge 85% dos cães com mais de três anos de idade e pode gerar complicações sérias, como perda de dentes e inflamações cardíacas, renais e hepáticas. Ela é causada pela proliferação de bactérias na boca do animal – a chamada placa bacteriana – e causa a deterioração dos tecidos que sustentam os dentes, como a gengiva e o osso alveolar.

“Os dentes perdem a sustentação e podem cair, mesmo que estejam saudáveis”, explica Ana Cristina Pinheiro, Médica Veterinária e Coordenadora de Produto da Royal Canin do Brasil. “Além disso, o cão sente muita dor e pode se recusar a comer. Existe ainda o risco de fraturas, pois as mandíbulas ficam mais frágeis”.

A doença periodontal é perigosa por um motivo simples: os sinais são quase invisíveis. “Como as lesões ocorrem sob a gengiva, muitas vezes o proprietário não percebe que o cão está doente. O mau hálito é o único sinal de que pode haver algo errado”, alerta a Ana Cristina.

Por este motivo, os cães devem ser submetidos ao exame oral regularmente, especialmente se apresentarem algum destes fatores de risco: mais de três anos de idade, cálculo dental (tártaro), dentes mal posicionados, salivação excessiva ou dificuldade de mastigar o alimento. Vale lembrar ainda que cães miniaturas, pequenos e idosos são mais suscetíveis à doença.

A doença periodontal é a maior causa de perda de dentes saudáveis e pode aparecer nos cachorros desde o surgimento da dentição definitiva, que ocorre nos filhotes por volta dos seis meses de idade. Mas o risco vai além da boca: ela favorece a entrada de bactérias na corrente sanguínea, o que pode levar a lesões inflamatórias em outros órgãos, como rins, coração, fígado e pulmões.

# a pasta dental veterinária tem um sabor agradável para os cães e facilita a escovação, mas seu uso não é obrigatório, pois a fricção da escova já é suficiente para limpar os dentes.

# utilize com delicadeza uma escova dental com cerdas macias para evitar lesões. As escovas para humanos podem ser utilizadas, porém as versões veterinárias têm a vantagem da ergonomia, pois são desenvolvidas conforme a anatomia oral dos cães.

# nunca utilize pasta dental para humanos, pois o teor de flúor presente nelas é tóxico para cachorros.

# O cão deve estar bem acomodado. Carícias e mimos ajudam deixá-lo receptivo à escovação.

# posicione a escova a um ângulo de 45° em relação à superfície dos dentes, para que as cerdas penetrem suavemente no sulco gengival. Utilize movimentos circulares.

# comece pelos dentes posteriores (do fundo), pois os cães aceitam melhor do que se iniciar pelos dentes da frente.

# para habituar o cão, comece escovando apenas a face externa de alguns dentes posteriores e aumente a quantidade de dentes a cada sessão. À medida que o cão se acostumar com o hábito, abra a sua boca delicadamente e faça a higiene na superfície interna também.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 32187

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...