Home Artigos Notícias Cão de enfermeira que contraiu o vírus do Ebola tem testes negativos

Os testes clínicos de Bentley, cão da enfermeira norte-americana que contraiu o vírus do Ebola, deram resultado negativo, segundo informou a NBC News. Desde o anúncio da infecção de Nina Pham, o cão está sob cuidados do Serviço aos Animais de Dallas, cidade do Texas (EUA).

Apesar de existirem poucas evidências de que o vírus possa contagiar animais domésticos, Bentley, da raça Cavalier King Charles, foi mantido em isolamento. Até agora, não existem relatos de que cães ou gatos tenham espalhado o Ebola.

A enfermeira, tutora do animal, contraiu o vírus após cuidar de Thomas Duncan, paciente liberiano que morreu pela doença no final de setembro. Diagnosticada no dia 11 de outubro, Nina Pham ainda está em tratamento no Instituto de Saúde Nacional, na cidade de Bethesa, no estado de Maryland.

O mesmo destino não teve o cão de uma enfermeira espanhola, que também contraiu o vírus. Por cautela, o animal teve morte induzida, no dia 8 de outubro, por decisão da Justiça.

A morte do cão Excalibur provocou protestos na Espanha, além de polêmica entre os pesquisadores. Os cientistas defenderam a quarentena do animal, como forma de estudar o papel dos animais domésticos na transmissão do vírus do Ebola.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 35051

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...