Home SuperDicas Cuidados com animais de estimação nas praias

Depois das festas de Natal e Ano Novo, muita gente tem o privilégio de tirar férias nos meses de janeiro e fevereiro. E boa parte de quem tem esta regalia ruma para cidades de praias. Junto com as bagagens e demais apetrechos, vão os pet queridos. Na hora de levá-lo para se divertir nas areias e no mar é bom se ligar em algumas dicas.

A primeira dica é certificar-se de que as vacinas estão em dia e que o animal está em perfeito estado de saúde. Outra medida muito importante e que evitará aborrecimentos é providenciar uma plaquinha de identificação para o animal, contendo o telefone do responsável. Se for viajar para longas distâncias, é importante verificar também se há necessidade de licenças especiais para o transporte.

Animal de estimação também tem bagagem para ser levada nas férias. Inclua na bagagem guia e coleira, ração a que está acostumado, documentos de registro, carteira de vacina e outros documentos necessários, potes de água e comida, além de sua caminha e cobertas. Leve também alguns medicamentos para casos de emergência ou os remédios que ele possa estar tomando no momento.

Antes de levar o animal de estimação para a praia verifique se há alguma proibição para evitar possíveis transtornos. Altas temperaturas, como as que ocorrem nos dias de verão na praia, podem representar uma ameaça para a saúde de um animal que não está acostumado a elas.

Certifique-se de que o animal pode ter um refúgio à sombra quando sair para passear com ele. Neste caso também é importante levar água fresca e uma tigelinha para que ele possa beber ao longo do passeio.

Na praia, é preciso cuidado especial com cães de focinho curto, pois eles podem superaquecer mais rapidamente do que os cães de focinho longo. Os comportamentos que podem indicar superaquecimento são: respiração muito rápida e ofegante, salivação além do normal, problemas de coordenação motora, se enrolar como se estivesse com frio e até apresentar vômitos ou diarreia sem motivo aparente. Recolha sempre as fezes do animal de estimação. Além de educado, esse ato pode evitar a proliferação do bicho geográfico.

(Com informações da Agência de Notícias do Paraná)

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33252

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...