Home Artigos Notícias Adoção de pets via redes sociais

Encontrar um novo lar para cães e gatos resgatados nas ruas de Maceió e mantidos no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da prefeitura. A solução da Secretaria Municipal de Saúde para encurtar este caminho foi recorrer à força das redes sociais. O projeto “Adote um amigo” está no ar desde o dia 18 de abril. Até o dia 20, a iniciativa já registrava quase mil curtidas e 900 compartilhamentos.

Preocupada com a guarda responsável dos animais, a prefeitura publicou em sua página no Facebook 20 fotos com os animais prontos para passar pelo processo de adoção, o que inclui a avaliação médico-veterinária. A ideia é, a cada 15 dias, incluir fotos de novos animais disponíveis para a adoção. Hoje, a CCZ tem 34 cães e gatos em condições de serem adotados.

Na página, os interessados encontram o perfil de cada animal colocados para a adoção, destacando suas características como raça, sexo, cor. Nas fotos, eles aparecem de forma bem espontânea, trazendo nos olhares o desejo de encontrar um novo lar onde terão carinho e cuidado.

“São animais que foram abandonados na porta do CCZ ou entregues por terceiros que não queriam vê-los passar por situações de maus-tratos nas ruas”, explica Jéssica Bezerra, coordenadora das Ações de Controle da Raiva do CCZ.

A iniciativa – que deverá ser transformada em breve numa ação permanente do CCZ de Maceió – faz parte do conjunto de medidas definidas pela direção do Centro com o Ministério Público Estadual, dentro da repactuação do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pelo CCZ em 2013, que estabeleceu medidas de proteção aos animais e reestruturação dos serviços do CCZ municipal.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 34008

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...