Home Artigos Veterinária recomenda vacina em cães para prevenir leptospirose no verão

Uma doença preocupante que chega com o verão e a época das chuvas é a leptospirose – zoonose que passa dos animais ao homem. No caso dos pets, existe a vacina contra a doença que deve ser realizada a cada seis meses. O que poucos tutores sabem é que a leptospirose pode levar à morte.

Para se contaminar, o animal deve ter contato com urina do rato portador da doença que fica parada em poças d´água, além de esgotos, bueiros e lama. Mas também podem ser infectados pela urina ou sangue de outros animais que estejam contaminados. É necessário não só manter uma boa higienização em casa, como atenção especial durante os passeios.

Entre os principais sintomas que indicam a doença estão a insuficiência renal aguda, a gastroenterite hemorrágica, as lesões oculares, a encefalite e a icterícia. “O tutor deve ter cuidado na hora dos passeios para evitar que os pets brinquem em água parada”, alerta a veterinária Karina Mussolino, da rede Pet Center Marginal/Petz.

Mas isso não basta: “cães têm instinto caçador e podem ter contato com esses roedores, principalmente aqueles animais que moram em casas”. Se a doença for confirmada, o animal deverá ser isolado.

Além disso, informa a especialista do Pet Center Marginal/Petz, “é importante que os antibióticos sejam ministrados o quanto antes. “Causada por uma bactéria, a leptospirose também afeta os humanos. Entre as manifestações mais aparentes do mal estão febre alta, prostração, dores pelo corpo e mudança no aspecto da urina”, esclarece.

Para diagnosticar no animal a doença com exatidão, o veterinário solicita exame de urina e de sangue para constatar a presença da bactéria causadora do mal.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 35593

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...