Home Artigos Entrevistas Campanha contra uso de cães para segurança privada

A Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa) está com uma campanha para colher assinaturas para a petição que pede o fim do veto do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, ao projeto de lei que proíbe a prestação de serviços de segurança privada por cães de guarda no estado.

O projeto de lei nº 229-A, de 2011, de autoria do deputado Paulo Ramos, foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro no mês de abril, após uma consulta popular.

Em agosto, a casa parlamentar fará nova sessão na tentativa de derrubar o veto do governador. Segundo a Suipa, o veto a este tipo de atividade já ocorre em estados como o Paraná e o Rio Grande do Sul, além de alguns municípios do país.

“Os cães são animais sociáveis e não merecem ser explorados e expostos à solidão e abandono ao guardarem imóveis fechados, sendo evidentes os maus tratos e riscos de todo gênero decorrentes de tal prática”, diz a Suipa.

Contra dívida – A Suipa também está com outra campanha, que busca soluções para uma dívida estimada em R$ 18 milhões. A entidade colhe assinaturas para um abaixo-assinado com o objetivo de ter o perdão fiscal para esta dívida, além de retomar a condição de instituição beneficiente.

De acordo com a Suipa, a iniciativa já reúne assinaturas de 90 mil pessoas. Atualmente, a receita da entidade vem da colaboração de cerca de cinco mil pessoas, que contribuem, por mês, com uma cota de R$ 35. O que garante um orçamento mensal de R$ 175 mil, valor aquém do que precisa para realizar uma série de serviços que evitam a superpopulação animal.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33987

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...