Home SuperDicas Referência no sepultamento de pequenos animais

Embora triste e dolorosa para todos os integrantes de uma família, a morte de um animal de estimação tem que ser enfrentada de frente. Fazer o sepultamento do pet é uma tarefa final que preocupa os donos. Um caminho é usar o serviço da prefeitura do Rio, realizado pela Unidade Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman (UJV).

Localizada no bairro de São Cristóvão, a UJV possui um cemitério com 3.292 sepulturas pequenas para gatos e cães com até 20kg, além de outras 344 grandes para cães acima de 20kg. Para fazer o enterro, é preciso assinar contrato de cessão de sepultura por um prazo de dois anos, podendo ser renovado por mais um ano.

No caso de renovar a concessão, a pessoa paga um valor adicional. Ao final do período, acontece a exumação dos ossos do animal, ficando o dono livre para enterrá-los em uma propriedade particular ou para cremação.

A unidade da prefeitura não conta com espaço para a realização de velórios, mas não é impedido que se promova uma celebração religiosa durante o enterro do animal. Para o sepultamento, não é preciso levar caixões. Nas diversas áreas do cemitério, todas as sepultadas levam uma numeração sequencial.

A UJV tem uma carteira de serviços para fazer o que se chama de destinação de animais. Além do sepultamento, a lista inclui, por exemplo, atividades como sacrifício com anestesia, cremação coletiva de pequenos animais, cremação individual e exumação.

Dependendo do serviço, o valor varia de R$ 10,25 (cremação coletiva de pequenos animais) a R$ 285,30 (sepultamento tipo 2). Veja tabela de preços dos serviços.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33352

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...