Home Artigos Recomendações sobre bem-estar animal

Recomendações sobre bem-estar animal

Para reforçar as boas práticas de bem-estar animal, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) apresentou as orientações da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) para os representantes da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Carne Bovina, na semana passada, em Brasília.

“A OIE traz essas orientações como um padrão a ser seguido para todos os países signatários. Estamos bem diante das recomendações. Conhecendo as orientações da OIE, vamos poder buscar oportunidades para aumentar a capacitação, melhorar a nossa imagem diante do mercado e garantir a sustentabilidade no comércio internacional”, disse a coordenadora da Comissão de BEA do Mapa, Lizie Buss. Confira abaixo alguns dos principais tópicos das orientações da OIE apresentados à câmara setorial.

Comportamento

Está relacionado com a diminuição da ingestão de alimentos, o aumento da frequência respiratória ou respiração ofegante e a demonstração de comportamento estereotipado, agressivo, depressivo ou outros comportamentos anormais.

Taxa de morbidade

Significam as taxas de doenças, claudicação, complicações e lesões pós-procedimentos. Compreender a etiologia da doença ou síndrome é importante para detectar potenciais problemas de bem-estar animal. O exame post-mortem é útil para estabelecer as causas de morte em bovinos.

Taxa de mortalidade

Trata das taxas de mortalidade que devem ser registradas regularmente, ou seja, diariamente, mensalmente, anualmente ou com referência a atividades-chave de criação dentro do ciclo de produção.

Mudanças no peso e condição corporal

Em animal em crescimento, o ganho de peso pode ser um indicador da saúde animal e bem-estar. Condição corporal pobre e perda de peso podem ser indicadores de bem-estar comprometido.

Eficiência reprodutiva

A eficiência reprodutiva pode ser um indicador do estado de saúde e bem-estar animal. Os exemplos podem incluir o período de completa inatividade sexual ou intervalo pós-parto prolongado, baixas taxas de concepção, altas taxas de aborto e altas taxas de problemas que dificultem o parto.

Aparência física

A aparência física pode ser um indicador da saúde e bem-estar animal, bem como das condições de manejo. Atributos de aparência física, que possam indicar o bem-estar comprometido, incluem a presença de ectoparasitas, cor ou textura anormal na pelagem, sujeira excessiva com os excrementos, lama, desidratação e emagrecimento.

A OIE também traz orientações sobre biossegurança e prevenção de doenças; gestão da saúde animal; ambiente térmico; iluminação; qualidade do ar; nutrição; ambiente social; manejo reprodutivo, desmame, entre outros.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33310

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...