Home Artigos Projeto cria farmácias veterinárias populares no país

Projeto cria farmácias veterinárias populares no país

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei nº 4148/12 que cria farmácias veterinárias populares no Brasil para vender medicamentos a preços subsidiados. A matéria foi aprovada pela Comissão de Agricultura e ainda precisa ser analisada por outras duas comissões antes de seguir para votação no Plenário. O PL determina a presença obrigatória de um médico veterinário na farmácia veterinária popular.

De autoria do deputado César Hallum (PRB-TO) e do ex-deputado Junji Abe (SP), o projeto de lei recebeu parecer favorável do relator na Comissão de Agricultura, deputado Assis do Couto (PT-PR). A iniciativa assemelha-se ao Programa Farmácia Popular do Brasil, administrado pelo Ministério da Saúde, que distribui alguns medicamentos de graça e reduz o custo de outros em até 90%.

O barateamento proposto no PL 4148/2012 abrange medicamentos destinados ao tratamento, à prevenção de doenças e à manutenção da higiene. O objetivo, segundo o relator, é beneficiar principalmente os agricultores familiares.

Qualidade dos produtos

A venda de medicamentos a preços mais acessíveis, supervisionados pelo médico veterinário responsável técnico, promove a Saúde Única nas pequenas propriedades, melhorando as condições de saúde dos animais, meio ambiente e das pessoas.

O presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária, Benedito Fortes de Arruda, avalia que o projeto atende à necessidade de políticas públicas para amparar o pequeno produtor. “No aspecto da saúde pública, as farmácias veterinárias populares vão contribuir para elevar o padrão de qualidade dos produtos de origem animal e eliminar ou prevenir possíveis zoonoses. Registre-se que este projeto de lei abrange a agricultura familiar, saúde pública, economia, bem-estar animal e aspecto social”, afirma Arruda.

Na opinião do presidente da Comissão Nacional de Assuntos Políticos do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CONAP/CFMV), Júlio Barcellos, a criação das farmácias veterinárias populares também é uma oportunidade de ampliar o mercado de trabalho para os profissionais de Medicina Veterinária. “Além disso, garante que pequenos produtores adquiram medicamentos de forma legal, com o devido controle”, afirma Barcellos.

Tipos de medicamentos

O texto aprovado determina que o Ministério da Agricultura definirá os medicamentos que poderão ser vendidos nas farmácias populares, levando em conta as evidências epidemiológicas e prevalências de doenças.

A venda será realizada em estabelecimentos privados conveniados com a União, estados, municípios e Distrito Federal.

Tramitação

Como a proposta foi rejeitada na Comissão de Seguridade Social e Família, perdeu o caráter conclusivo e deverá ser apreciada também pelo Plenário da Câmara, após passar pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 35024

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...