Home Artigos Notícias Procura-se famílias hospedeiras para ajudar na formação de cães-guia

Uma ajuda indispensável a portadores de deficiência visual. Esta é a grande contribuição do Projeto Cães-Guia, que existe em Brasília (DF) desde 2001. Agora, a iniciativa está em busca de famílias hospedeiras para colaborar na formação de novos animais para realizar esta tarefa.

O projeto, que busca reintegrar deficientes visuais à sociedade, está com 10 cães da raça Labrador para iniciar o processo de treinamento necessário para fazer o acompanhamento de cegos. Os animais terão que conviver de oito a 10 meses com as famílias hospedeiras.

Os organizadores do projeto explicam que, com isso, a ideia é fazer com que os futuros cães-guias tenham contato com novos sons, cheiros e ambientes. Ao final do período de convivência com os hospedeiros, os animais são devolvidos ao projeto.

A partir daí, os cães começam a receber treinamento do Corpo de Bombeiros. Uma vez aprovado, o animal passa a fazer o trabalho de auxiliar deficientes visuais. O projeto, que conta com um Centro de Treinamento de Cães-Guia, já preparou 43 animais para atender deficientes visuais de todo o país.

Quem quiser adotar temporariamente um dos 10 filhotes de Labrador precisa ter 18 anos ou mais, morar em casa e ter disponibilidade de tempo para sair com o cão para atividades externas. Mais informações pelo e-mail caoguia.voluntariado@gmail.com.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33252

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...