Home Artigos Previna-se: carrapatos vivem nos ambientes e causam graves doenças

Os carrapatos, presentes em quase todos os lugares, habitam cada vez mais as residências, independente da classe social. Os parasitas podem subir muros e paredes e só basta que alguém esteja no lugar e os “carregue”, seja animal ou homem.

Além da coceira característica devido às picadas, os carrapatos são transmissores de zoonoses, como a febre maculosa, além da babesiose, erliquiose e anaplasmose, que provocam febre, fraqueza, depressão, alterações nervosas e, se não tratadas, podem levar à morte.

Ao contrário do que muitos pensam, os carrapatos vivem nos ambientes e não nos animais, dessa forma, o controle deve ser realizado com produtos específicos para a casa, jardins e quintais e outro para o uso nos pets.

Os parasitas preferem viver em locais secos e escondidos, como cantos da parede, frestas, sob os estrados da cama, muros, embaixo de mesas e bancadas, especialmente perto de onde o animal passa a maior parte do tempo, para que possa alimentar-se do sangue do bichinho e voltar para o ambiente.

É recomendado que regularmente o dono procure por carrapatos em seu animal, cate e jogue-os em um pote com querosene, pois álcool nem sempre é eficiente. Utilizar repelentes e carrapaticidas tópicos também ajudam, a maioria deles consiste em um líquido que deve ser aplicado no dorso do animal, na região da nuca. Remédios de via oral e coleiras com carrapaticida ajudam na prevenção.

Ao usarmos inseticidas matamos os carrapatos jovens e adultos, contudo os ovinhos não morrem pois são mais resistentes. Repita a limpeza cerca de dez a doze dias depois para matar esses que acabaram de eclodir, se necessário, recorra a uma empresa de dedetização e cuidado com animais e crianças.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33254

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...