Home Artigos Notícias Petiscos naturais ajudam na dieta dos pets

Ossos, bifinhos e outras guloseimas são importantes para interagir, agradar, educar e adestrar seu pet. Mas atenção: será que o petisco pode prejudicar a alimentação e deixá-lo mal nutrido e obeso? Você sabia que tem muitas opções de produtos no mercado com excesso de ingredientes processados, sódio, gorduras e conservantes que podem colocar em risco o organismo de cães e gatos, desencadeando diversas complicações?

“Muitos petiscos industrializados são ricos em farinhas de cereais, açúcar, sal, além de flavorizantes, aromatizantes, corantes e conservantes”, explica o médico veterinário Giorgio Pasetto, responsável técnico da BioPet. Esses ingredientes estão associados a problemas gastrointestinais, sobrepeso e alergia. Por isso, é sempre indicado olhar no verso da embalagem a composição para saber se o produto adquirido não fará mal para o seu pet.

Outro alerta que o veterinário faz é sobre os ossinhos de couro: “Os ossos de raspa de couro podem, inclusive, conter produtos químicos fortes, que são utilizados no processo de clareamento do couro. Isso pode causar danos digestivos ao animal de estimação”, explica Pasetto.

A BioPet trabalha com duas linhas de produtos naturais e sem conservantes, desenvolvidas para animais de todas as idades. Além de ajudar na diversão dos animais, as duas linhas ajudam na limpeza mecânica dos dentes, auxiliando na prevenção do tártaro.

Uma delas é a linha Clássicos, formada por cinco produtos ricos em proteínas e feitos a base de carne bovina desidratada. Já a linha Gourmet é feita com carne de frango desidratada, com baixos teores de gordura e colesterol. É indicada inclusive para cães em dietas, uma vez que possui baixa quantidade de calorias.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 35026

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...