Home Artigos Notícias Pesquisa quer saber se donos fazem pets felizes

Enquanto evidências científicas demonstram que os animais de estimação podem ajudar a prevenir doenças e melhorar o humor de seus donos, um grupo de cientistas da Nestlé PurinaPetcare partiu em busca de respostas para a questão reversa: “Os donos estão fazendo os seus pets felizes?”. Estudo quer mensurar como os seres humanos podem contribuir para o bem-estar emocional dos cães e os efeitos benéficos que os estímulos externos podem gerar nos pets.

Quando os animais sofrem uma mudança de estado emocional, o fluxo de sangue em regiões como olhos, ouvidos e patas se alteram, influenciando também na temperatura. O estudo, realizado no centro de pesquisa da marca nos Estados Unidos, utiliza a técnica termográfica, que distingui as variações térmicas nestas localidades e, assim, consegue medir e interpretar oscilações.

A iniciativa se propõe a avançar na análise das reações positivas para estimular comportamentos e soluções que aumentem o bem-estar dos cães e, consequentemente de seus donos. “Os cientistas sabem há anos como identificar estados negativos, como estresse e ansiedade em animais. Entretanto, pouco é conhecido sobre como medir estados positivos, como alegria ou felicidade em cães”, explica Ragen McGowan, cientista comportamental da Nestlé Purina e coordenadora do estudo.

No Brasil, a Nestlé Purina tem obtido grandes avanços em prol do bem-estar dos animais. Nos últimos meses, a companhia investiu cerca de US$ 5 milhões com o desenvolvimento de Purina Revena, uma linha de alimentos criada exclusivamente para cães brasileiros, com ingredientes naturais, como proteínas de qualidade, frutas tropicais, fibras e arroz integral. A novidade chegou ao mercado com o objetivo de oferecer uma opção mais saudável e equilibrada para os pets.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 32238

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...