Home Você Sabia? Olho nos sinais da bronquite em seu pet

Se seu animal de estimação está com tosse frequente, dificuldade para respirar e alteração dos sons emitidos pelos pulmões, fica atento. Estes são os principais sinais clínicos da bronquite, doença respiratória que afeta cães e gatos.

A doença é provocada pela inflamação de uma parte das vias aéreas menores, denominada de brônquio. A bronquite, causada por infecções bacterianas, pode ser aguda, de curta duração, ou crônica, com duração entre duas e três semanas.

Embora a causa principal seja de difícil identificação, alguns fatores podem provocar esta doença. A lista inclui alergias, infecções, exposição a agentes poluentes, como produtos de limpeza, e a fumaça de cigarros.

O diagnóstico da bronquite é feito, normalmente, a partir do histórico de tosse crônica do animal. Outro caminho é fazendo radiografia do tórax do pet, embora esta solução nem sempre apresente todas as alterações do quadro.

Em situações mais graves, são feitos exames como citologia broncopulmonar, broncoscopia e biópsia. A broncoscopia, por exemplo, é indicada nos casos de suspeita de bronquite crônica.

A doença exige um tratamento bem individualizado para cada caso apresentado. Isto porque a bronquite pode se apresentar em estágios diferentes para cada animal. Sem contar que ela também pode estar associada a outras doenças.

Antibióticos, corticóides, broncodilatadores e supressores de tosse costumam ser as medicações mais comuns para o tratamento da bronquite. Nos casos graves, deve ser utilizado oxigênio via máscara e um cateter venoso.

Outro ponto importante é fazer a manutenção do tratamento com um veterinário, pois a medicação pode ser alterada. O tratamento, incluindo a manutenção, pode levar entre três e quatro semanas.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33297

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...