Home SuperDicas Mitos e maus-tratos: gato preto não dá azar

Infelizmente, mitos e superstições ainda rondam os gatos pretos. E nas sextas-feiras 13, este preconceito vem à tona. Durante a idade média, algumas pessoas acreditavam que os gatos pretos eram bruxas transformadas em animais e que, por esta razão, cruzar com eles na rua era um sinal de azar.

Este é um preconceito totalmente infundado. A coloração negra ocorre naturalmente em felinos (assim como em cachorros) e está ligada ao acúmulo da pigmentação melanina. Esta é uma característica genética e não exerce qualquer influência sobre o comportamento do animal.

Infelizmente, muitos mantêm esta superstição ainda hoje. Em épocas como o halloween e nas sextas-feiras 13, aumentam os casos de maus-tratos e violência contra estes animais, que não tem culpa nenhuma de ter nascido com a coloração preta e que não podem se proteger sozinhos.

Redobre a atenção - Se você tem um gato preto, tenha cuidado especial nestes dias. Não deixe o animal ter acesso à rua e evite doar ninhadas ou gatos pretos adultos em datas supersticiosas.

Vai doar? Siga algumas dicas:

# Quando alguém ligar para adotar, ofereça gatos de outas cores e veja a reação do pretenso adotante.

# Se a pessoa insistir na coloração preta, desconfie. Diga que o gato está esterilizado (castrado) ou que possui alguma manchinha branca na pelagem, pois muitas vezes os gatos castrados ou que não são inteiramente negros não servem para os rituais.

# Se a adoção for concluída, mesmo assim vá até a casa do adotante e observe cuidadosamente tudo. Faça o adotante assinar um termo de adoção responsável