Home Artigos Notícias Medicação com sabor e sem sofrimento

A hora de medicar o bichinho é um dos momentos mais estressantes, tanto para o dono quanto para o animal, que acaba não engolindo o remédio ou engasgando com o comprimido. Para evitar isso, muitas pessoas acabam misturando os medicamentos com alimentos ou na ração, o que não é ideal. “Como a grande maioria dos medicamentos tem sabor amargo, os bichinhos conseguem facilmente identificá-los e não os ingerem, deixando-os de lado”, afirma Sandra Schuster, farmacêutica e sócia-fundadora da DrogaVET.

Com a manipulação dos medicamentos veterinários, é possível agregar sabores agradáveis ao paladar de cada espécie. Para os cachorros, a empresa produz biscoitos medicamentosos e xaropes, com gosto de carne, fígado, chocolate, mel e baunilha. Já para os gatos, além dessas fórmulas, a DrogaVET oferece também a pasta oral nos sabores: salmão, bacon, atum, fígado e óleo de bacalhau. E as aves também não ficam de fora, é possível manipular medicamentos em forma de pasta oral e pó.

Sandra conta que “as fórmulas manipuladas trazem bem-estar para o animal e transforma o momento da medicação mais agradável. Como o remédio é produzido com sabor, o pet associa àquela hora com sentimento de prazer e felicidade e não de tristeza e ansiedade”. Uma novidade, que está fazendo sucesso entre os donos e os pets, é o “Pill Pocket” – guloseima comestível, que forma um recipiente propício para alocar comprimido, drágea ou cápsula, de maneira muito fácil.

Para manusear o Pill Pocket, detalha a farmacêutica, basta colocar o medicamento dentro dele, umedecer a extremidade e pressionar os dedos para fechá-lo. Além de nutritivo, ele é muito saboroso para os pets, que nem sentem o gosto do remédio. Além do conforto para o animal, os medicamentos manipulados também representam economia para o dono, pois são produzidos na quantidade ideal para aquele tratamento.

“É difícil encontrar uma caixa de remédio que tenha quantidade certa de comprimidos que o bichinho precisará e acaba sobrando. Ou seja, o dono paga mais por algo que ele não irá utilizar. Com a manipulação, o medicamento é produzido na medida exata, evitando o desperdício, tanto de dinheiro quanto de produto”, finaliza Sandra Schuster.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 34008

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...