Home Artigos Saiba mais sobre a Piometra em cadelas

A Piometra (pio significa pus e metra significa útero) é uma infecção bacteriana que ocorre no tecido que reveste a parede interna do útero das cadelas devido um estímulo hormonal prolongado.

Essa infecção é provocada pelo acúmulo de líquido no lúmen uterino e junto a isso as glândulas endometrais, que são essas da área interna do útero, diminuem motivadas pelo hormônio progesterona. Um fator que pode gerar a doença é a aplicação de injeções anticoncepcionais. Além disso, as bactérias que estão no útero podem ir pelo sangue e se instalar nos rins, levando muitas cadelas à óbito.

A Piometra pode ser aberta ou fechada. Na aberta ocorre a presença de corrimentos vulvares, geralmente após dois meses que a cadela entrou no cio. Já na fechada o processo infeccioso é silencioso pois não há corrimento, deixando ainda mais perigoso pois o dono muitas vezes só percebe quando a doença já está avançada.

Os sintomas da Piometra podem variar, entretanto os mais comuns podem ir de falta de apetite, sonolência, perda de peso, febre, desidratação, sede em excesso, até sinais mais preocupantes como o alargamento do abdômen, pus no útero e descarga vulvar com um liquido espesso, escuro e fedido.

Os sinais clínicos costumam aparecer em média de um ou dois meses depois do cio e cadelas de todas as idades podem ter, apesar de ser mais comum nas cadelas acima de cinco anos.

Ao perceber algum destes sintomas em sua cadela é preciso leva-la ao veterinário com urgência. O diagnóstico é feito através de exames laboratoriais, físicos e análise do histórico da cadela. É requisitado uma ultrassonografia, para que possa verificar o tamanho e a espessura do útero e também o tipo de secreção acumulada; um hemograma completo para mostrar se há uma elevada quantidade de células de defesa compatíveis com a infecção; e exames bioquímicos, analisando a função renal e revelando se está afetando o funcionamento dos rins.

O tratamento inclui fluidos e antibióticos de uso intravenoso até a cadela mostrar equilíbrio, após isso é feito a ovariohisterectomia, ou seja, a remoção do útero e dos ovários. Fazendo esse procedimento rapidamente, é possível evitar uma infecção generalizada e a insuficiência renal, obtendo uma recuperação ideal.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 32243

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...