Home Artigos Notícias Experimentação animal e ética em questão

A Ordem dos Advogados do Brasil da Seção do Estado do Rio de Janeiro (OAB/RJ) promoveu, no mês de maio, o seminário “A Bioética, o Direitos Animais e sua utilização em pesquisas”, com a presença do pesquisador Róber Bachinski, primeiro brasileiro a receber o Lush Prize, prêmio dedicado à produção científica voltada para alternativas de testes com animais.

Realizada em parceria pelas comissões de Bioética e Biodireito CBB) e de Proteção e Defesa dos Animais(CPDA), o evento abordou os aspectos éticos, jurídicos e científicos sobre o uso de animais em experimentos e para fins didáticos.

Na ocasião, também foi discutida a consulta pública aberta pelo Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal, que tem como objetivo recolher sugestões para aprimorar o capítulo do “Guia brasileiro de produção e utilização de animais para atividades de ensino ou pesquisa científica sobre primatas mantidos em cativeiro.

É uma questão controvertida, que foi abordada no evento tanto pelo viés bioético, quanto pelo direitos animais”, anuncia a vice-presidente da CBB, Fernanda Bianco, que participou da abertura juntamente com o presidente da CPDA, Reynaldo Velloso.

Para Reynaldo Velloso, presidente da CPDA, “estão querendo montar um guia da morte com carinho e estabelecer maneiras de explorar esses animais e sacrificá-los. É uma vergonha nacional que envolve dinheiro e pesquisas desnecessárias, e os Consultores da comissão comprovaram isso no evento”.

O evento também contou com as participações da doutora em Biologia Evolutiva, Cynthia Schuck; Márcia Triunfol, doutora do National Institute EUA; Franck Alarcon, doutor em Bioética; e Daniel Lourenço, doutor em Novos Direitos.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 35022

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...