Home Acervo Pet Droga brasileira contra leishmaniose em cães

Uma pesquisa feita pela Faculdade de Medicina Veterinária de Araçatuba (FMVA), da Universidade Estadual Paulista (Unesp), revela que um fármaco desenvolvido no Brasil melhora o estado clínico e a imunidade de cães com sintomas de leishmaniose.

De acordo com os pesquisadores, a droga batizada de P-MAPA (abreviação de agregado polimérico de fosfolinoleato-palmitoleato de magnésio e amônio proteico) poderia ser usada como adjuvante no tratamento. O estudo , que contou com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, foi publicado na revista Acta Tropica.

A pesquisa trabalhou com uma amostra de 20 animais que apresentavam pelo menos três sinais característicos da doença, entre eles emagrecimento acentuado, alopecia, crescimento anormal das unhas e lesões de pele, em especial na ponta das orelhas.

Após a confirmação do diagnóstico, os cães foram separados em dois grupos. Metade foi tratada com injeções intramusculares de P-MAPA durante 45 dias. A outra metade recebeu apenas placebo durante o mesmo período.

“O grupo tratado apresentou uma clara melhora clínica, especialmente relacionada ao ganho de peso e massa muscular, recuperação das lesões cutâneas e crescimento de pelos em áreas de alopecia. Também analisamos uma série de parâmetros para ver  se a imunidade celular havia aumentado”, contou Valéria Marçal Felix de Lima, professora da FMVA e coordenadora da pesquisa.

Acesse a pesquisa, clicando aqui

 

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 33279

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...