Home SuperDicas Cuidados na hora de escolher o antipulgas para o seu pet

Cuidados na hora de escolher o antipulgas para o seu pet

Uma das novidades no mercado pet são os medicamentos antipulgas e contra carrapatos, aliados eficazes para prevenir e tratar o pet desses parasitas que causam doenças graves. Um dos lançamentos, bem recomendado por médicos veterinários, consiste num produto que dura 12 semanas, o único com longa duração.

Trata-se de um comprimido mastigável, indicado só para cães. Outra opção nas prateleiras é um produto em forma de bisnaga para cães e gatos a ser aplicado na região da nuca e da cernelha, sendo que age por quatro semanas.

Diferenças entre os produtos

Segundo a veterinária Karina Mussolino, gerente técnica do Pet Center Marginal/Petz, o dono encontra uma variedade de produtos e preços. “É importante antes de recorrer a um dos métodos consultar o médico do pet, já que os antipulgas devem ser ministrados com precaução, levando em conta o peso do animal e possíveis efeitos colaterais, como alergias”, esclarece.

O que diferencia os produtos são os princípios ativos e as formas de utilização/apresentação. Há comprimidos (via oral), bisnagas, coleiras, sabonetes e xampus, sprays e pipetas com versões líquidas (gotas aplicadas no dorso do bichinho). “Todos são eficazes. Quando prescrevemos levamos em conta aquele mais prático para o dono, que será melhor aceito pelo animal e preços condizentes com o orçamento das famílias”, ressalta a veterinária.

Olho no ambiente do animal

As pulgas e os carrapatos podem ser identificados com uma varredura no pelo do animal, além de observar se o pet está se coçando muito, apresenta falhas na pelagem e descamações e/ou alergias na pele. Em alguns casos, o animal pode ficar prostrado, parar de comer, entre outros sintomas. Na verdade, a maioria dos cães são alérgicos a ectoparasitas, além de picada de insetos, como mosquitos e piolhos.

A veterinária do Petz ainda faz um alerta: 95% das pulgas estão no ambiente frequentado pelo animal, apenas 5% em sua pelagem. “Encontrados tanto no ambiente rural e urbano, as pulgas e os carrapatos fazem ninhos nas frestas dos tacos de madeira, portas, carpetes, tapetes, além de gramado e terra. Por isso é importante ficar atento aos locais que são frequentados pelos pets. Esses espaços, muitas vezes negligenciados, também devem ser tratados com produtos específicos.”

Risco maior para os felinos

As pulgas ainda transmitem verminoses para cães e gatos. Como picam o animal, podem transmitir vermes pela saliva. Nos felinos, porém, elas são mais graves, pois podem contaminá-los com a Mycoplasma, parasita do sangue, cuja nocividade está sendo estudada. Grandes infestações de pulgas, sem tratamento adequado, ainda levam a quadros de anemia que podem ser graves, dependendo do estado de saúde do animal.

Já os carrapatos, segundo a veterinária do Petz, são responsáveis principalmente pela Erlichiose e Babesiose, enfermidades popularmente conhecidas como “doença do carrapato”. “Comuns em nosso meio, elas causam a destruição de células sanguíneas. Entre os sintomas em cães estão febre, apatia, falta de apetite, podendo evoluir a óbito”, informa a Dra. Karina.

Curiosidades

  • em geral, os antipulgas devem ser usados uma vez por mês – uma forma de prevenir o problema antes do ataque;
  • as pulgas e os carrapatos são transmitidos de um animal para outro. Por isso os cuidados com pets que vivem com outros animais devem ser redobrados;
  • além do sintomas que incomodam o animal, o dono tem de verificar se por se coçarem, esses pets não causem feridas na pele, gerando uma infecção na área atingida;
  • existem produtos no mercado que tem indicação em bula para filhotes a partir de seis semanas;
  • raças como Border Collie, Collie e Pastor de Sheltland estão entre os cães que apresentam contraindicações em relação ao uso de alguns antipulgas, cujo princípio ativo contém ivermectina;
  • é muito comum a casuística nos consultórios o diagnóstico de DAPE – Dermatite Alérgica a picadas de ectoparasitas, como pulgas, piolhos, carrapatos e mosquitos.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 32243

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...