Home SuperDicas Cuidados com os ossos para cães

Seja para a higiene bucal, para reforçar a dentição, ampliar a dose de proteínas ou mesmo para garantir a diversão, os ossos funcionam como elemento vital na vida dos cachorros. No entanto, para desfrutar de todas estas vantagens, é preciso muito cuidado, pois os ossos podem colocar em risco a saúde dos pets.

Nem todos os tipos de ossos, porém, são recomendados para fazer parte da vida dos cães. É o caso, por exemplo, dos ossos de frango ou de galinha, que, por serem mais frágeis, podem quebrar facilmente e trazer complicações para o animal, como obstrução das vias respiratórias ou perfurações em alguns órgãos internos.

Apesar do porte, os cachorros grandes também precisam roer o osso com prudência. As seguidas mordidas acabam reduzindo o tamanho dos ossos, abrindo espaço para que eles engulam o objeto. Assim, o osso pode ficar engasgado em sua garanta ou mesmo preso no seu intestino.

A atenção e o conhecimento do dono é fundamental na administração de ossos para os animais. O mais recomendável é dar para os pets ossos que tenham carne e tutano, que ajudam a reforçar a dose de proteínas e sais minerais na dieta deles.

Com o acompanhamento e a devida atenção, nada porque se preocupar se os ossos ficarem pelos cantos da casa. Isto porque um dos benefícios é o seu uso para combater o tártaro e restos de alimentos que ficam presos nos dentes e gengivas dos cães. Leia mais no neste artigo de publicamos.

Além de servirem como excelentes petiscos, os ossos também exercem um papel nobre no dia a dia do animal, uma vez que podem ser usados para a sua diversão ou distração. E até mesmo como uma peça para ajudar a garantir a obediência dos pets. Por isso, com os devidos cuidados, vale ter sempre um ossinho para o seu cão roer.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 35051

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...