Home Artigos Notícias Coleira protege cães e gatos de parasitas

A Saúde Animal da Bayer lançou, no final do ano passado, Seresto, uma inovação para o controle de pulgas e carrapatos, e ainda, para a redução do risco de doenças transmitidas por vetores, inclusive a leishmaniose, tanto em cães quanto em gatos. Disponível nas versões P (38 cm) para cães e gatos até 8 kg e G (70 cm) para cães com mais de 8 kg, a coleira Seresto possui um exclusivo sistema de liberação controlada, que garante a proteção dos animais de companhia por até oito meses, sem a necessidade de aplicações mensais, e de forma muito segura para os pets, a família e o meio ambiente.

O produto, que não exala cheiro e é resistente a água, é indicado para cães com mais de sete semanas de idade e gatos a partir de 10 semanas. “O controle de ectoparasitas com a maioria dos produtos disponíveis no mercado deve ser feito todo mês, mas muitos proprietários não se lembram de realizar a aplicação, deixando seus animais suscetíveis a essas infestações e doenças ainda mais graves como as transmitidas por vetores aos humanos”, explica Marcio Moreira, mestre pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo e Professor Mestre e Responsável pelo Laboratório de Patologia Clínica e Banco de Sangue do Hospital Veterinário da Universidade Anhembi Morumbi.

Como exemplo de enfermidades transmitidas por vetores, acrescenta o especialista, pode-se citar a babesiose, borreliose, anaplasmose, que são ocasionadas por carrapatos infectados, além da dipilidiose, causada por pulgas e piolhos, e a leishmaniose, cujo transmissor é o flebotomíneo, ou ‘mosquito palha’.

Um dos principais diferenciais de Seresto é a prevenção da leishmaniose canina, uma doença que ataca diversos órgãos do animal e que também pode ser transmitida aos humanos. Estudos com o produto da Bayer indicam eficácia comprovada superior a 93%1,2 para a prevenção de leishmaniose e, nesse quesito, é importante ressaltar que o Brasil é o primeiro país a lançar Seresto® com essa indicação.

“O Ministério da Saúde recomenda que animais com leishmaniose sejam submetidos à eutanásia, o que é controverso. Portanto, a prevenção da doença é fundamental para que os animais não precisem ser submetidos a esse ato”, ressalta Marcio Moreira.

Por ter uma tecnologia que amplia a proteção do animal contra infestações e doenças, Seresto é uma opção que permite que a família possa passear e viajar com o pet para qualquer região, inclusive as de maior risco, sem preocupações e com total liberdade.

Fonte: Bayer

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 32243

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...