Home Artigos Notícias Universidade testa solução para combater catarata em cães

Olhos mais esbranquiçados, sobretudo no período da noite, problemas com o equilíbrio. Se o seu cachorro apresenta estes sintomas com frequência, cuidado! O animal pode estar com catarata. A boa notícia é que, assim como nos seres humanos, uma cirurgia pode resolver o problema.

Na Unesp de Jaboticabal, em São Paulo, um grupo de pesquisadores do departamento de clínica e cirurgia veterinária desenvolveu um tratamento que pode auxiliar nas cirurgias de cataratas para cães com idade mais avançada.

A saída criada pelos pesquisadores está baseada na aplicação de um dispositivo biodegradável nos animais. A solução permite liberar anti-inflamatórios nos olhos operados, dispensando o uso de alguns colírios no pós-operatório.

Segundo os pesquisadores, isso garante uma recuperação mais rápida, além de reduzir os riscos de inflação ocular nos cães. Como o olho do animal tem um índice de inflação de 10 a 15 vezes maior do que o do homem, ainda não é possível ter o mesmo nível de sucesso na operação.

O processo operatório no cachorro e no homem são similares, explica José Luis Laus, professor do departamento de clínica e cirurgia da Unesp. A técnica empregada envolve a retirada da “lente” que se forma no cristalino e na aplicação de uma lente acrílica nos olhos do paciente.

O que muda é o processo pós-operatório. A solução dos pesquisadores veio com o uso de um microdispositivo nos olhos do animal. Desenvolvido na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o dispositivo é feito de material biodegradável. A Unesp procura, agora, animais que se enquadrem nos objetivos da pesquisa para executar as cirurgias.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

2 35526

As imagens são vistas com certa frequência nos postes e muros de ruas, praças e avenidas. Normalmente, uma cópia de xerox preta e branco...