Home Artigos Acne felina é problema recorrente e pode deixar marcas

A acne é uma desordem de pele que pode gerar cicatrizes e cistos crônicos em gatos de todas as idades, caso não seja tratado.  As lesões da acne são geralmente encontradas na região do queixo e do lábio inferior, sendo mais difícil visualizar em gatos de pelagem escura.

Inicialmente, a acne felina é observada apenas por pontinhos pretos e espinhas superficiais, entretanto, a medida que a lesão progride sem cuidados, o folículo piloso fica recoberto de secreções, acarretando inchaço, inflamações e dores na área afetada.

As causas da acne nos gatos é desconhecida, podem estudos na área acusam que as prováveis razões variam de maus hábitos de limpeza, produção ou composição anormal de sebo, deixando a pele mais oleosa e defeitos na produção de queratina, que é a proteína que mantém a camada de proteção na pele.

Ao levar seu felino no médico veterinário, alguns testes diagnósticos serão solicitados, a fim de que descubra se trata-se de acne ou de alguma outra infecção de pele. O teste mais comum consiste em remover uma parte do material da superfície da pele, podendo investigar se ali existem parasitas e cultura bacteriana e/ou fúngica.

A maioria dos casos de acne podem ser curados somente com tratamento tópico, ou seja, direto na região afetada, mas em casos severos, a terapia sistêmica, feita por via oral é necessária.

No primeiro passo do tratamento tópico ocorre a tricotomia, que é a retirada dos pelos do queixo, permitindo uma limpeza profunda dos folículos e aplicação da medicação. Os gatos que possuem maior sensibilidade precisam ser sedados nesse momento.

Após isso, o tratamento continua em casa. Deve-se colocar um pano umedecido em água quente no queixo do animal por cerca de cinco minutos e então, aplicar a medicação tópica.

Se houver infecção na área, a melhor medicação será a base de drogas antibióticas e antifúngicas via oral. Caso não haja, a utilização da Vitamina A pode ser suficiente.

A acne é um problema recorrente na maioria dos gatos, dessa forma, uma vez que a desordem for tratada e por ventura voltar, será preciso reiniciar o uso das compressas mornas e medicações. Se esse protocolo não for eficaz, leve-o a um veterinário para que faça uma reavaliação e possa estruturar uma nova rotina de terapia.

Deixe um Comentário

Anuncie grátis!

OS MAIS VISTOS

0 4037

Bom companheiro para quem mora em pequenos espaços, o Buldogue Francês tem boas credenciais para fazer a festa na sua casa. Um grande fator...
video